Técnico promete beber duas garrafas de vodka caso Panamá se classifique

"Bolillo", como é conhecido, irá para seu quinto mundial

As vésperas da estreia histórica do Panamá  em Copa do Mundo, em Sochi, contra a Bélgica, nesta segunda-feira, às 12h (de Brasília), o técnico colombiano Hernán Dário Gómez deu uma declaração irreverente em coletiva de imprensa.  "Se nos classificarmos para a segunda fase, bebo duas garrafas de vodka sozinho", comentou, arrancando risadas dos presentes. "Bolillo", como é conhecido, irá para seu quinto mundial. Anteriormente, ele foi para as Copas de 1990 e 1994 como assistente técnico de Francisco Maturana pela seleção colombiana e, já como treinador, para a de 1998 com os próprios Cafetones. Também qualificou o Equador para o torneio de 2002, na Coreia e no Japão. Além dos belgas, o Panamá terá pela frente no grupo F da Copa do Mundo a Inglaterra, no outro domingo, e a Tunísia no dia 28.